Você já pensou em EXPORTAR suas peças?

Não sei exatamente quando você estará lendo esse artigo, porem neste dia que escrevo (26/5/17) acabamos de passar por uma semana conturbada, politica e economicamente falando.


(O que ultimamente não é novidade, INFELIZMENTE)


O que isso interfere em nosso segmento? Em absolutamente tudo, vou dar alguns exemplos:


  • Crises politicas geralmente paralisam a economia, as pessoas deixam de gastar.
  • A compra de ouro tende a subir por ser uma forma de proteger o dinheiro. Aquela velha lei de "oferta e procura" se aplicam e o preço do metal sobe!
  • Dolar e Euro em alta tornam os produtos químicos, matéria prima e outros materiais mais caros devido a importação. 


Mas ai você me pergunta: Mas Akaoã, você resolveu escrever esse artigo para me deixar depressivo? kkkkkk 


A resposta é justamente ao contrario! Já ouviu aquele ditado: "Enquanto alguns choram, outros vendem lenço."?


Em meio a todo esse caos, aparece uma oportunidade gigantesca chamada EXPORTAÇÃO! Enquanto o cenário para quem importa está ruim, para quem exporta está EXCELENTE!


Por mais obvio que isso pareça, quando o mercado interno está ruim devido a desvalorização da moeda. Para quem está exportando nunca esteve melhor. Pois a regra se aplica ao contrario! 


Mas para ter sucesso com exportação, existe uma regra de ouro: Você precisa aprender sobre exportação! 


Não vou explicar sobre a parte jurídica, documentos necessários ou como desenvolver vendas fora do pais. Mas irei ajudar em algo importante: vou explicar como funciona a legislação com relação a parte química utilizada em suas peças!


Por exemplo EUA, CANADA e todo continente EUROPEU tem uma legislação que não permitem Nickel, Cádmio ou Chumbo a partir de certas quantidades.


European Union's (EU) Nickel Directive limita a quantidade de níquel que pode ser libertada na pele a partir de jóias e outros produtos. Esse tipo de medição é distinto da medição da porcentagem de níquel que existe na composição de uma liga.


Os limites de migração da Diretiva Níquel são os seguintes:


  • 0,2 microgramas por centímetro por semana para conjuntos utilizados em orelhas furadas ou piercing pelo corpo humano (Ou qualquer material que seja utilizado por perfuração no corpo)
  • 0,5 microgramas por cm por semana para outros produtos que tenham contato direto e prolongado com a pele.


O Reino Unido também adotou o padrão da UE. Se você tem clientes no Reino Unido ou na UE - ou se você quiser começar a comercializar suas jóias nesses países - você vai precisar cumprir com essa restrição.


O que é "hipoalergênico"?
O termo hipoalergênico significa "abaixo do nível normal" de alergênico. O termo foi criado pela indústria de cosméticos na década de 1950, e tornou-se um termo de marketing popular para jóias após isso. Às vezes "níquel free" e "hipoalergênico" são confundidos como sendo sinônimo, mas isso não é verdade.


Hipoalergênico não significa livre de níquel, nem tem uma definição legal ou médica para uso em jóias. É melhor ficar longe disso, alem dos banhos que prometem ser NickelFree e quando analisados passam da quantidade de metais especificadas acima.


Imagina perder uma multinacional que banha com você para exportação e uma hora caem em análise por não atender as especificações?


Aqui na Mais Química atendemos diversas empresas que já atuam no mercado de exportação. Com isso as mercadorias estão sempre sendo análisadas e   


Em nossa linha temos o banho NiquelFree chamado MaisBranco! Ele pode ser utilizado como camada intermediaria substituindo o lugar do níquel. Ele realiza um excelente fechamento na peça não permitindo que o cobre migre e oxide a peça.


Além disso, temos utilizado também como cor final. Um dos motivos para isso é que em sua formulação contém ródio, assim sua coloração final é um branco claro e brilhante com alta aceitação. 


O melhor de tudo: É uma solução muito barato! Para você ter ideia, o kg da peça banhada sai R$7,50 de custo. (Valor do reforço R$150 o litro. Utiliza 250ml a cada 5kg de peça banhada)


Caso você não tenha interesse em trabalhar com exportação, ainda assim o Níquel Free continua sendo uma boa opção!  Você ganha mais uma ferramenta para vendas por oferecer um produto anti alérgico, visto que aproximadamente 15% da população possui alergia a níquel!


Sei que o artigo ficou grande, mas a ideia principal foi de oferecer valor com informação de qualidade!


Além disso, quis gerar um pouco de animo e mostrar que existe oportunidade em meio a tantas noticias ruins. Espero ter alcançado esse objetivo!



Grande Abraço!



Akaoã Froes Martins
MAISQUÍMICA 
Fone: (19) 98211-0057